Bula do Somalgin Cardio (Antiagregante Plaquetário)

Somalgin-CardioBula do SOMALGIN® CARDIO:
Ácido Acetilsalicílico Tamponado

 

APRESENTAÇÕES
Comprimidos Tamponados de 100 mg. Caixas contendo 32 comprimidos
Comprimidos Tamponados de 325 mg. Caixas contendo 32 comprimidos
USO ADULTO

 

COMPOSIÇÃO
Cada comprimido tamponado contém:
Comprimido tamponado 100 mg 325 mg
Ácido acetilsalicílico 100 mg 325 mg
Carbonato de Magnésio 30 mg 107,5 mg
Glicinato de Alumínio 15 mg 48,75 mg
Excipiente* q.s.p. 1 com. 1 com.
* (croscarmelose sódica, polietilenoglicol, fosfato de cálcio dibásico, estearato de magnésio, -celulose microcristalina, amido)

 

INFORMAÇÕES AO PACIENTE
Conservar o produto em local seco, fresco e ao abrigo da luz.
O número de lote e as datas de fabricação e validade de SOMALGIN® CARDIO estão carimbados na embalagem do produto.
Não utilize o medicamento fora do prazo de validade indicado.
Para sua segurança mantenha a embalagem até o uso total do medicamento.
Informar ao médico sobre os medicamentos que está usando.
Informe ao médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término.
Informe ao médico se estiver amamentando.
Sabe-se que o ácido acetilsalicílico, quando administrado cronicamente e em altas doses, pode ocasionar problemas com o parto e/ou com o recém-nascido.
SOMALGIN® CARDIO deve ser usado com cautela em pacientes que estejam tomando -medicamento para diabetes, gota ou artrite.
Informar ao médico se ocorrerem reações desagradáveis.

 

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.
NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DE SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE.

 

INFORMAÇÕES TÉCNICAS
O ácido acetilsalicílico inibe a síntese das prostaglandinas e do tromboxano A2, prevenindo a adesão plaquetária responsável pela formação de trombos, os quais podem estar relacionados com o infarto do miocárdio e com acidentes vasculares cerebrais (AVCs).
O glicinato de alumínio e o carbonato de magnésio, no comprimido de SOMALGIN® CARDIO, -formam uma camada que envolve o ácido acetilsalicílico constituindo um sistema tampão que -ameniza a ação irritante do ácido sobre a mucosa gástrica. O sistema tampão assegura uma t-olerabilidade superior em comparação ao ácido acetilsalicílico quando administrado em formulações não tamponadas.

 

INDICAÇÕES
Como antiagregante plaquetário: em angina pectoris instável, no infarto agudo do miocárdio, na profilaxia do reinfarto, após cirurgia vascular ou intervenções do tipo angioplastia percutânea translumial coronária, bypass aortocoronário, na prevenção do ataque isquêmico transitório e infarto cerebral, para prevenção de trombose coronariana em pacientes com fatores de risco, na prevenção da trombose venosa e embolia pulmonar.

 

CONTRA-INDICAÇÕES
Não deve ser usado quando existirem os -seguintes problemas:
Hipersensibilidade ao ácido acetilsalicílico, lesão na mucosa gástrica, úlceras duodenais, gastrite, estados hemorrágicos, hemofilia ou outros problemas sangüíneos como distúrbios da função plaquetária, trombocitopenia, insuficiência renal, asma, lesão hepática grave.

 

PRECAUÇÕES
SOMALGIN® CARDIO deve ser utilizado com cuidado em pacientes que apresentam insufi-ciência renal crônica pois o ácido acetilsalicílico pode causar uma diminuição da função renal, -podendo agravar este tipo de doença. Evitar o uso de SOMALGIN® CARDIO em pacientes com intolerância a salicilatos, úlcera gástrica, diabetes, gota, gastrite erosiva ou tendência a hemorragia. O ácido acetilsalicílico interfere com a hemostasia. Evitar o uso de SOMALGIN® CARDIO em pacientes que tiveram anemia severa, história de irregularidade na coagulação sanguínea ou usarem -anticoagulantes.
Não utilizar este medicamento concomitantemente com outros salicilatos em terapias prolongadas. Evitar a administração de concentrações potencialmente tóxicas.

 

REAÇÕES ADVERSAS
Gastrintestinais: pode ocorrer irritação gástrica, náusea, dispepsia, desconforto epigástrico, azia, hepatotoxicidade.
O ácido acetilsalicílico pode potencializar o aparecimento de úlceras pépticas.
Dermatológicas: urticária, rachadura da pele ou angioedema podem ocorrer, especialmente em pacientes que sofrem de urticária crônica.
Hematológicas: prolongamento do tempo de sangramento, leucopenia, trombocitopenia, púrpura, diminuição da concentração plasmática de ferro, tempo de sobrevivência de eritrócitos diminuída.
Outras: febre, sede, turvação da visão.
Reações alérgicas e anafiláticas têm sido notadas quando pacientes hipersensíveis fazem uso do ácido acetilsalicílico.

 

ADVERTÊNCIAS
O ácido acetilsalicílico não deve ser utilizado durante a gravidez e lactação, exceto em casos -especiais e sob orientação médica. A administração crônica e em altas doses do ácido acetilsalicílico pode ocasionar problemas com o parto e/ou com o recém-nascido.
Pacientes sensíveis a salicilatos ou a antiinflamatórios não-esteroidais não devem utilizar este medicamento.
A hipersensibilidade ao ácido acetilsalicílico pode causar broncoespasmo agudo, urticárias generalizadas, angioedema severo e rinites. Ácido acetilsalicílico não deve ser usado em crianças abaixo de dois anos de idade.
O risco de ulcerações gastrintestinais aumenta quando salicilatos são administrados concomitantemente com bebidas alcoólicas.
Pacientes idosos podem ser mais susceptíveis a efeitos tóxicos dos salicilatos, possivelmente devido à diminuição da função renal. Evitar o uso de SOMALGIN® CARDIO, se possível, uma semana antes do ato cirúrgico, devido a possibilidade de hemorragias pós-operatórias.

 

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS
O ácido acetilsalicílico pode interagir com corticosteróides, antiinflamatórios não-esteroidais, anticoagulantes orais, heparina, agentes trombolíticos (como estreptoquinase, uroquinase), hipoglicemiantes orais ou insulina, acetazolamidas orais, metotrexato e probenecida.

 

POSOLOGIA
A posologia recomendada para se obter uma ação antiagregante plaquetária é:
– 1 comprimido de SOMALGIN® CARDIO 100 mg por dia, ou a critério médico.
– 1 comprimido de SOMALGIN® CARDIO 325 mg por dia ou em dias alternados, a critério médico.

 

CONDUTA NA SUPERDOSAGEM
Pode ocorrer salicismo após administração repetida de altas doses. Consiste em vertigem, zumbido, dificuldade na audição, náusea, vômito, diarréia, confusão mental, depressão do SNC, cefaléia, transpiração, hiperventilação e prostração.
Consultar imediatamente um médico se ocorrer superdosagem.
O tratamento inicial inclui a indução de vômito ou lavagem gástrica.
A administração de carvão ativado diminui efetivamente a absorção de salicilatos, quando dado aproximadamente duas horas após a ingestão. A alcalinização forçada da urina aumentará a excreção renal de salicilatos, entretanto bicarbonato não deve ser administrado oralmente, pois a absorção de salicilatos pode aumentar.
O paciente deve receber monitoração e suporte das funções vitais.

 

SIGA CORRETAMENTE O MODO DE USAR; NÃO DESAPARECENDO OS SINTOMAS, -PROCURE ORIENTAÇÃO MÉDICA.
Farm. Resp.: Dra. Maria Geisa P. de Lima e Silva
CRF-SP nº 8.082
Registro MS nº 1.0583.0216
NOVAQUÍMICA – SIGMA PHARMA
Divisão da Nature’s Plus Farmacêutica Ltda.
Rodovia SP-101, km 08 Hortolândia SP CEP 13186-481
C.G.C. 45.992.062/0003-27 Indústria Brasileira