Bula do Rozex (Anti infeccioso)

RozexBula do ROZEX ®:
metronidazol 0,75 %
gel tópico

 

FORMA FARMACÊUTICA E APRESENTAÇÃO
Gel tópico. Embalagem contendo bisnaga de alumínio com 30g
USO ADULTO

 

COMPOSIÇÃO
Cada g contém:
Metronidazol………………………………………………………………………………..7,5mg
Excipiente…………………q.s.p…………………………………………………………..1g
Excipiente constituído de carbômer 940, edetato dissódico, metilparabeno, propilenoglicol,
propilparabeno, hidróxido de sódio e água purificada.

 

INFORMAÇÃO AO PACIENTE
ROZEX é indicado para o tratamento tópico da rosácea. A vermelhidão, pápulas e pústulas da
pele melhoram progressivamente com o decorrer do tratamento.
O produto não deve ser utilizado em caso de hipersensibilidade (alergia) aos componentes da
fórmula. Evitar o contato com os olhos e membranas mucosas. Se ocorrer irritação, deve-se
diminuir a freqüência ou interromper o uso temporariamente.
Evite a ingestão de álcool durante o tratamento com o produto. Evite a exposição das áreas
tratadas ao sol e à radiação UV.
Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica. Não use
o produto se você estiver amamentando.
O produto é contra-indicado em crianças abaixo de 12 anos de idade, a menos que seja
indicado pelo médico.
Informe ao médico o aparecimento de reações indesejáveis, tais como desconforto cutâneo
(ardência ou sensação de picada), vermelhidão, ressecamento ou irritação da pele, coceira,
piora da rosácea, náusea, gosto metálico, formigamento ou entorpecimento das
extremidades.
Informe ao médico se você estiver fazendo uso de algum outro medicamento.
ROZEX é um gel aquoso, incolor ou amarelo pálido.

Modo de usar: Lavar e secar bem a pele. Aplicar uma camada fina do gel, com massagem suave,
duas vezes por dia, de manhã e à noite, ou a critério médico.
A duração recomendada de tratamento é em geral de 3 a 4 meses. Se for notada melhora,
dependendo da gravidade da afecção e a critério médico, o tratamento poderá ser prolongado por
igual período. Na ausência de melhora clínica evidente, o tratamento deve ser descontinuado.
Você pode utillizar cosméticos não comedogênicos e não adstringentes, após o uso do produto.
Siga corretamente o modo de usar; não desaparecendo os sintomas procure orientação médica.
Não use o medicamento com o prazo de validade vencido. Antes de usar, observe o aspecto do
medicamento.
O produto deve ser mantido em temperatura ambiente controlada (15ºC – 30º C). Evite o
congelamento.

 

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

 

INFORMAÇÃO TÉCNICA
O metronidazol apresenta efeito antiprotozoário e antibacteriano contra um grande número de
microrganismos patogênicos. O mecanismo de ação do ROZEX na diminuição das lesões
inflamatórias da rosácea é desconhecido, mas supõe-se estar baseado em seus efeitos
antibacteriano e/ou antiinflamatório.

 

FARMACOCINÉTICA
Estudos de biodisponibilidade, com a aplicação tópica única de 1g de ROZEX (7,5mg de
metronidazol) na face de 12 voluntários sadios, demonstraram concentração sérica máxima média
de 29,1ng/ ml (faixa de 19,1 a 42,7 ng/ml). Isso representa menos do que 0,5% da concentração
sérica máxima média de metronidazol encontrada após uma dose oral única de 250mg nos
mesmos voluntários. O Tlag e o Tmax para o metronidazol após administração tópica foram
significativamente prolongados (p<0,05) quando comparados com a administração tópica.
Comparado ao comprimido oral, o Tmax médio ocorreu 7,0 horas mais tarde com a formulação
gel.
Após administração tópica as concentrações séricas do hidroxi-metabólito (2-hidroximetilmetronidazol)
estiveram abaixo do limite quantificável do teste (< 9,6 ng/ml) na maioria dos
tempos. O Cmax do hidroxi-metabólito após administração tópica do gel variou de abaixo do
limite quantificável até 17,6 ng/ml.
O grau de exposição (área sob a curva – AUC) de 1 g de metronidazol aplicado topicamente foi
de 1,2% da AUC de uma dose oral única de 250mg de metronidazol.

 

DADOS DE SEGURANÇA PRÉ-CLÍNICA
Não foi notada evidência de irritação dérmica primária, após a aplicação cutânea única de 24
horas de Rozex, na pele íntegra ou lesada em coelhos, durante 24 horas sob oclusão.

O metronidazol mostrou atividade mutagênica em diversos sistemas de teste bacteriano in vitro.
In vivo, o metronidazol não induziu micronúcleos em eritrócitos policromáticos da medula óssea
de camundongos tratados seja por via intraperitoneal ou oral com doses de até 1500 e 2000 mg/kg
respectivamente, quando foram evidentes os sinais de toxicidade clínica. No estudo de indução
de aberrações cromossômicas em cultura de linfócios de sangue periférico humano, o
metronidazol não induziu aberrações quando testado em uma concentração máxima de 10 mM na
ausência ou presença de ativação metabólica.
A carcinogenicidade do metronidazol por via oral foi avaliada em ratos, camundongos e hamsters.
Estes estudos mostraram que o metronidazol oral causa uma incidência aumentada de tumores
pulmonares em camundongos e possivelmente outros tumores, incluindo tumores de fígado no
rato. Por outro lado, dois estudos de carcinogenicidade com duração de toda a vida em hamsters
produziram resultados negativos. Além disso, um estudo mostrou um aumento significativo de
tumores da pele induzidos por UV em camundongos glabros, tratados com metronidazol por via
intraperitoneal (15 μg por kilo de peso corporal e por dia durante 28 semanas).
A significância destes resultados para o uso cutâneo de metronidazol no tratamento da rosácea
não está clara e após diversas décadas de uso sistêmico não foi publicada nenhuma evidência
sugerindo que o metronidazol esteja associado com potencial carcinogênico em humanos. Os
pacientes devem ser avisados para evitar ou minimizar a exposição das áreas tratadas com
metronidazol à luz do sol excessiva ou a fontes de radiação UV.

 

INDICAÇÕES
Tratamento tópico da rosácea.

 

CONTRA-INDICAÇÕES
Hipersensibilidade aos componentes da fórmula.

 

PRECAUÇÕES
Evitar o contato do produto com os olhos e mucosas. Se ocorrer irritação local, o paciente
deve ser orientado a utilizar o medicamento com menor freqüência ou a interromper o seu
uso temporariamente e procurar conselho médico, se necessário. A área tratada não deve
ser exposta ao sol excessivo ou à radiação UV.
O metronidazol é um nitroimidazol e deve ser utilizado com cautela em pacientes
portadores ou com história de discrasia sangüínea. A substância nitroimidazol produziu o
aparecimento de câncer em experimentação com animais, portanto deve ser considerado
como potencialmente perigoso a seres humanos. Deve-se evitar o uso desnecessário e
prolongado deste medicamento.

 

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS
A interação com medicações sistêmicas é improvável, visto que a absorção de
metronidazol é baixa após a aplicação tópica de Rozex gel.
Entretanto, uma reação tipo dissulfiram foi relatada em um pequeno número de pacientes
que utilizaram metronidazol oral e álcool concomitantemente.
Foi relatado que o metronidazol oral potencializa o efeito anticoagulante da varfarina
outros anticoagulantes cumarínicos resultando em prolongamento do tempo de
protrombina. Não se conhece o efeito de metronidazol tópico sobre a protrombina.

 

USO NA GRAVIDEZ E LACTAÇÃO
Não há experiência do uso de ROZEX em pacientes grávidas. Após administração oral, o
metronidazol cruza a barreira placentária e entra na circulação fetal rapidamente. Não foi
observada fetotoxicidade após administração oral em ratos e camundongos. Entretanto,
como os estudos em animais nem sempre predizem as respostas em humanos, e como o
metronidazol se mostrou carcinogênico em algumas espécies roedoras, recomenda-se que
este medicamento seja prescrito na gravidez somente se for considerado indispensável.
Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.
Após administração oral o metronidazol é secretado no leite humano em concentrações
similares àquelas encontradas no plasma. Recomenda-se não utilizar o produto durante o
período de amamentação.

 

USO PEDIÁTRICO
Não foram estabelecidas a segurança e eficácia em crianças.

 

REAÇÕES ADVERSAS
Reações locais leves, tais como desconforto cutâneo (ardência ou sensação de picada),
eritema, ressecamento ou irritação da pele, prurido, piora da rosácea, náusea, gosto
metálico, formigamento ou entorpecimento das extremidades. .

 

POSOLOGIA E MODO DE USAR
Lavar e secar bem a pele. Aplicar uma camada fina do gel, com massagem suave, duas vezes por
dia, de manhã e à noite, ou a critério médico.
A duração recomendada de tratamento é em geral de 3 a 4 meses, podendo ser prolongado por
igual período, se for notad melhora, dependendo da gravidade da afecção e a critério médico. Na
ausência de melhora clínica evidente, o tratamento deve ser descontinuado.
Os pacientes podem utilizar cosméticos não comedogênicos e não adstringentes, após o uso do
produto.
Pacientes idosos: deve-se utilizar a mesma posologia

 

SUPERDOSAGEM
Não há informação disponível sobre superdosagem em humanos. Estudos de toxicidade
oral aguda com a formulação gel em ratos, não demonstraram ação tóxica com doses de
até 5g/kg de peso corporal.

 

Lote, Fabricação e Validade: vide cartucho

 

MS-1.2916.0007.002-8
Farm. Resp.: Celso Mendes Alves – CRF-SP nº 23.479
Fabricado por
LABORATOIRES GALDERMA
Zone Industrielle de Montdésir
74540 Alby-sur-Chéran
França
Importado e distribuído por
GALDERMA BRASIL LTDA.
Rodovia SP-101 Km 9
Condomínio Tech Town
13186-904 – Hortolândia – SP
CNPJ 00.317.372/0004-99
Atendimento ao Consumidor  0800-0155552
[email protected]
Rev03
5