Bula do Garra do Diabo (Antiartrósico)

Garra-do-DiaboBula do Garra do Diabo:
FITOTERÁPICO

 

FORMA FARMACÊUTICA
Comprimido.

 

VIA DE ADMINISTRAÇÃO
Oral.

 

APRESENTAÇÃO
Embalagem com 3 blísters contendo 15 comprimidos cada.

 

USO ADULTO

 

COMPOSIÇÃO: Cada comprimido contém:
Extrato seco de Harpagophytum procumbens D.C., Pedaliaceae (Garra do diabo)…………………………………………………..200mg
Excipientes (Celulose microcristalina 200, celulose microcristalina 102, opadry YP-6-7007, talco, estearato de magnésio, croscarmelose sódica, dióxido de silício e opadry YS-1-7006)………………………………………q.s.p. 1 comprimido

 

CONCENTRAÇÃO DOS PRINCÍPIOS ATIVOS
O extrato está padronizado em 5% de iridóides totais calculados como harpagosídeos.
Cada comprimido contém 10mg de iridóides totais calculados como harpagosídeos.

 

NOMENCLATURA BOTÂNICA OFICIAL
Harpagophytum procumbens DC, Pedaliaceae.

 

PARTE UTILIZADA DA PLANTA
Raiz.

 

INFORMAÇÕES AO PACIENTE
Como este medicamento funciona?
GARRA DO DIABO HERBARIUM funciona como antiinflamatório, anti-reumático e analgésico, inibindo a síntese de prostaglandinas, as quais são formadas na fase irritativa do processo inflamatório.

 

Para que este medicamento é indicado?
Auxiliar no tratamento da artrite reumatóide (inflamação das articulações) e desordens degenerativas do sistema locomotor, como artrose (alteração articular de natureza degenerativa ou cicatricial, com redução ou supressão funcional), bursite (inflamação das bolsas serosas das articulações), fibromialgia (síndrome que é caracterizada por dor muscular generalizada e fadiga), epicondilite (síndrome dolorosa que se manifesta em conseqüência de inflamação da região epicondiliana e que afeta os adeptos de certos esportes ou indivíduos de certas profissões) e tendinite (inflamação dos tendões).

 

Quando não devo usar este medicamento?
Lactação, úlcera gástrica e duodenal, obstrução das vias biliares, cálculos vesiculares, gastrite e cólon irritável.
Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.
Embora não existam contra-indicações relativas a faixas etárias, recomendamos a utilização do produto apenas para pacientes de idade adulta.
Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico.
Não ingerir doses maiores do que as recomendadas.
Informe ao médico ou cirurgião-dentista o aparecimento de reações indesejáveis.
A garra do diabo pode interagir com drogas utilizadas para o tratamento de desordens cardíacas, como drogas antiarrítmicas e com terapia hipotensiva /hipertensiva.
Foi relatado o caso de um paciente que desenvolveu púrpura com o uso de garra do diabo em combinação com varfarina.
Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.
Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

 

GARRA DO DIABO
Como devo usar este medicamento?
GARRA DO DIABO HERBARIUM é apresentado em comprimidos de cor bege, que possuem odor característico e praticamente não apresentam sabor.
Ingerir 1 (um) comprimido, 2 (duas) a 3 (três) vezes ao dia.
Em pacientes idosos deve-se administrar a metade da dose ou ¾ da dose recomendada para adultos.
Recomenda-se prescrever tratamentos prolongados, mínimo de 3 (três) meses.
Este medicamento não deve ser partido ou mastigado.
Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.
Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.
Não use o medicamento com prazo de validade vencido. Antes de usar, observe o aspecto do medicamento.

 

Quais os males que este medicamento pode causar?
Dores de cabeça, zumbidos, perda de apetite e do paladar.
Distúrbios gastrintestinais podem ocorrer em pessoas sensíveis, especialmente com o uso de doses elevadas.
Em casos raros, pode aparecer um ligeiro efeito laxante ao iniciar o tratamento, o qual pode cessar espontaneamente.

 

O que fazer se alguém usar uma grande quantidade deste medicamento de uma só vez?
Doses elevadas podem provocar lesões hepáticas.
Em caso de superdosagem, recomenda-se suspender o uso e procurar orientação médica.

 

Onde e como devo guardar este medicamento?
Manter em temperatura ambiente (15 a 30 oC). Proteger da luz, do calor e da umidade.
Nestas condições o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.
Todo o medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

 

INFORMAÇÕES TÉCNICAS AOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE

 

Características farmacológicas
GARRA DO DIABO HERBARIUM é constituído pelo extrato seco de garra do diabo (Harpagophytum procumbens) padronizado em iridóides totais calculados como harpagosídeos.
Os iridóides, em especial os harpagosídeos, têm demonstrado uma ação analgésica leve e antiinflamatória.
Pela ação dos heterosídeos e do β-sitosterol, a garra do diabo desempenha sua principal propriedade, a de antiinflamatório, provavelmente por mecanismo de inibição da síntese de prostaglandinas e prostaglandina sintetase.
Seu uso permite, freqüentemente, reduzir as doses de corticóides e antiinflamatórios não esteroidais.
Os harpagosídeos possuem, em particular, uma ação antiespasmódica.

 

Indicações
Atua como antiinflamatório, sendo indicado como auxiliar no tratamento da artrite reumatóide e desordens degenerativas do sistema locomotor (artrose, bursite, fibromialgia, epicondilite e tendinite).

 

Contra-indicações
Gravidez e lactação.
Úlcera gástrica e duodenal, obstrução das vias biliares, cálculos vesiculares, gastrite e cólon irritável.

 

Posologia e modo de usar
Ingerir 1 (um) comprimido, 2 (duas) a 3 (três) vezes ao dia.
Em pacientes idosos deve-se administrar a metade da dose ou ¾ da dose recomendada para adultos.
Recomenda-se prescrever tratamentos prolongados, mínimo de 3 (três) meses.
Cuidados de conservação depois de aberto
Manter o medicamento em sua embalagem original, protegendo-o da luz, do calor e da umidade.

 

HERBARIUM LABORATÓRIO BOTÂNICO LTDA.
Av. Santos Dumont, 1111 Colombo – PR • CNPJ 78.950.011/0001-20 • Indústria Brasileira.
Farmacêutica resp.: Anny M. Trentini CRF PR-4081
MS 1.1860.0035

 

ATENDIMENTO AO CONSUMIDOR 0800 723 8383
13915 – 01/08

 

Advertências
Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico.
Não ingerir doses maiores do que as recomendadas.
De acordo com a categoria de risco de fármacos destinados às mulheres grávidas, este fitoterápico apresenta categoria de risco C. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.
Uso em idosos, crianças e outros grupos de risco
Uso adulto. Pacientes idosos devem administrar a metade da dose ou ¾ da dose recomendada para adultos. Não existem recomendações específicas para o uso de GARRA DO DIABO HERBARIUM em outros grupos de risco.
Interações medicamentosas
A garra do diabo pode interagir com drogas utilizadas para o tratamento de desordens cardíacas, como drogas antiarrítmicas e com terapia hipotensiva /hipertensiva.
Foi relatado o caso de um paciente que desenvolveu púrpura com o uso de garra do diabo em combinação com varfarina.
Reações adversas
Dores de cabeça, zumbidos, perda de apetite e do paladar.
Distúrbios gastrintestinais podem ocorrer em pessoas sensíveis, especialmente com o uso de doses elevadas.
Em casos raros, pode aparecer um ligeiro efeito laxante ao iniciar o tratamento, o qual pode cessar espontaneamente.
Superdosagem
Doses elevadas podem provocar lesões hepáticas.
Em caso de superdosagem, recomenda-se suspender o uso e procurar orientação médica.
Armazenagem
Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz, do calor e da umidade.
Lote, data de fabricação e validade: vide embalagem.
VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA