Bula do Folacin Gotas (Antianêmico)

FolacinBula do FOLACIN:
Ácido Fólico

 

FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES
Comprimidos revestidos – Caixa com 20 comprimidos revestidos
Gotas em solução oral – Frasco com 30 ml
Líquido em solução oral – Frasco com 100 ml

 

USO ADULTO E/OU PEDIÁTRICO

 

COMPOSIÇÃO
Comprimidos revestidos – cada comprimido revestido contém:
Ácido Fólico………………..5,0 mg

 

Excipiente: Lactose, Gluconato Amido Sódico, Estearato de Magnésio, Talco, Dióxido de Titânio, Polietilenoglicol, Trietilcitrato, Polissorbato, Copolímero Ácido Metacrílico, Acetona, Simeticona, Água destilada e Corante.

 

Gotas em solução oral – cada 1 ml contém:
Ácido Fólico……………….0,2 mg

 

Veículo: Ácido Ascórbico, Açúcar, Metilparabeno, Propilparabeno, Corante caramelo e Aroma, Hidróxido de Sódio, Água Destilada.
Líquido em solução oral – cada colher medida (5 ml) contém:
Ácido Fólico………………….. 2,0 mg
Veículo: Ácido Ascórbico, Açúcar, Metilparabeno, Propilparabeno, Corante caramelo e Aroma, Hidróxido de Sódio, Água Destilada.

 

INFORMAÇÕES AO PACIENTE
FOLACIN (Ácido Fólico) trata-se de um complemento vitamínico à base de uma vitamina essencial para o organismo humano, portanto, está indicado para os casos onde há sua deficiência.

 

Cuidados no armazenamento
O medicamento deve ser conservado ao abrigo da luz, calor e umidade, em temperatura entre 15 e 30°C.

 

Prazo de validade
Gotas e Líquido: 24 meses após a data de fabricação.
Comprimidos Revestidos: 36 meses após a data de fabricação.

 

Verifique o prazo de validade no cartucho
Não utilize medicamentos com o prazo de validade vencido.

 

Conduta na gravidez e Lactação: FOLACIN (Ácido Fólico) é um medicamento vitamínico complementar essencial na gestação e na lactação. Informe ao médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término. Informe ao médico se estiver amamentando.

 

Cuidados na administração
Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e o tempo de duração do tratamento.

 

Cuidados na interrupção
No tratamento das anemias megaloblásticas por carência de ácido fólico, a interrupção pode retardar a cura da doença.
Reações Adversas
O ácido fólico é bem tolerado mesmo em doses diárias de 15 mg/dia, porém, ao surgimento de quadros alérgicos e desconforto gástrico, comunique o seu médico. Informe seu médico o aparecimento de reações desagradáveis
Não interromper o tratamento sem o conhecimento de seu médico.

 

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.

 

Ingestão com outros medicamentos: A dose de anticonvulsivantes deve ser ajustada pelo médico assistente, quando o paciente estiver fazendo uso de FOLACIN (Ácido Fólico).

 

Contra-indicações e Precauções
Até o momento, não foram relatados casos de contra-indicações para a utilização de FOLACIN ( Ácido Fólico ).
FOLACIN ( Ácido Fólico ) deve ser administrado com cuidado em pacientes talassêmicos, devido à presença de ácido ascórbico em sua formulação.
O ácido fólico só deve ser indicado no tratamento da anemia perniciosa, se associado à doses adequadas de cianocobalamina. Informar a seu médico o aparecimento de reações desagradáveis.

 

NÃO TOME REMÉDIOS SEM O CONHECIMENTO DE SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE.

 

INFORMAÇÕES TÉCNICAS
Descrição:
O ácido fólico medicamentoso é conhecido também como ácido pteroilglutâmico. Difere essencialmente do ácido fólico alimentar, uma vez que está sob a forma de monoglutamato, enquanto que o ácido fólico contido nos alimentos está sob a forma de poliglutamato. Uma vez absorvido o ácido fólico se transforma rapidamente na sua principal forma ativa, o ácido tetraidrofólico. Para se obter a estabilidade do ácido fólico em solução aquosa é necessário manter um pH adequado e associar o ácido ascórbico na formulação. O ácido fólico é encontrado em quase todos os alimentos, em pequenas quantidades sob a forma de poliglutamatos, sendo inutilizados no cozimento ou na forma destes alimentos.

 

Ação Farmacológica:
O ácido fólico é uma vitamina essencial na multiplicação celular de todos os tecidos, já que é indispensável à síntese do DNA e conseqüentemente à divisão celular. A carência do ácido fólico vai afetar diretamente todos os tecidos, mas os efeitos prejudiciais são mais imediatos nos tecidos que se renovam numa velocidade mais rápida. Assim, os elementos figurados do sangue, o epitélio intestinal (especialmente o delgado) e mucosas em geral, vão se renovar de forma incompleta na carência de ácido fólico, originando graves distúrbios orgânicos que não apresentam sinais clínicos muito evidentes, havendo dificuldade no diagnóstico de sua carência.

 

Farmacocinética:

O ácido fólico sob a forma de monoglutamato, como FOLACIN (Ácido Fólico), é absorvido no intestino delgado e é convertido rapidamente nas diversas formas de folato ativo. A eliminação do ácido fólico é por via renal. A taxa de excreção é proporcional as doses administradas. Doses pequenas como 0,2 mg tem um aproveitamento biológico total. Doses elevadas, acima de 15 mg tem uma taxa de excreção que varia entre 50 a 90%. O ácido fólico alimentar é muito lábil às ações, oxidantes, à luz ultravioleta e ao aquecimento.

 

INDICAÇÕES
FOLACIN (Ácido Fólico) está indicado no tratamento das anemias devido à deficiência do ácido fólico no organismo.

 

CONTRA-INDICAÇÕES
Até o momento, não foram relatados casos de contra-indicações à utilização de ácido fólico.

 

ADVERTÊNCIAS
A presença de ácido ascórbico nas preparações líquidas de FOLACIN (Ácido Fólico), pode favorecer uma maior absorção do ferro alimentar, o que pode ser prejudicial aos pacientes talassêmicos que apresentam acúmulo deste íon nos tecidos. É recomendável, para estes pacientes, a administração de FOLACIN (Ácido Fólico) gotas e líquido em jejum para contornar este efeito.

 

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS
O uso do produto concomitantemente com Analgésicos, Anticonvulsivantes, Contraceptivos orais, Metrotexate, Pirimetamina, Quinina e Trimetoprima diminuem seu efeito terapêutico.

 

REAÇÕES ADVERSAS/EFEITOS COLATERAIS
As Reações Adversas estão relacionadas a ingestão de doses elevadas (mais de 15 mg/dia).
Embora hajam inúmeras comprovações de toxicidade do Àcido Fólico, existem relatos na literatura de doses de 15 mg ou mais, que possam produzir alterações no SNC, decorrentes de aumento da síntese de aminas cerebrais, além de eventuais distúrbios gastrointestinais.
É comum com o uso do produto, o aparecimento de coloração amarelada na urina.
Doses elevadas (acima de 15 mg/dia) podem comprometer a absorção intestinal do zinco.

 

POSOLOGIA
GOTAS:
Prematuros e lactentes: 0,25 ml (5 gotas) a 0,5 ml (10 gotas), por dia.
Crianças acima de 2 a 4 anos: 0,5 ml (10 gotas) a 1 ml (20 gotas), por dia.
Crianças acima de 4 anos: 1 ml (20 gotas) a 2 ml (40 gotas), por dia.

 

LÍQUIDO:
Crianças e adultos : 2,5 ml (½ colher medida) a 5 ml (1 colher medida),
por dia.

 

COMPRIMIDOS REVESTIDOS :
1 comprimido revestido de 5 mg, 1 vez ao dia.
Observação : Na prevenção de malformações do tubo neural deve-se
administrar 1 comprimido de 5 mg diariamente, durante o período
periconcepcional prolongando, pelo menos durante as 4 primeiras
semanas de gestação.

 

CONDUTA NA SUPERDOSE
Mesmo a ingestão de doses elevadas de ácido fólico não acarretam sintomas relevantes.
Uso em pacientes com idade superior a 65 anos: FOLACIN (Ácido Fólico) pode ser usado por pacientes acima de 65 anos de idade, desde que observadas as precauções comuns ao produto.
ativus farmacêutica ltda. M.S.1.1861.0030
Rua Fonte Mécia,2.050. CEP 13270.000 . Caixa Postal 489 . Valinhos – SP Farm. Resp.: Roselaine Nunes
TEL/FAX: 019 – 8691767 . C.G.C.M.F. n. 64.088.172/0001-41 . Ind. Brasileira CRF-SP N. 13614
http//:www.ativus.com.br
v.1.5 N° do Lote, Data de Fabricação, Prazo de Validade: Vide Cartucho