Bula do Dexador Comprimidos (Anti inflamatório)

Dexador- ComprimidosBula do DEXADOR Comprimidos:
Dexametasona / Vit. B1 + B6 + B12

 

FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES
Comprimidos revestidos – caixa com 20 comprimidos revestidos.
Injetável em solução intramuscular – caixa com 3 ampolas A de 2 ml e 3 ampolas B de 1 ml.
– caixa com 50 ampolas A de 2 ml e 50 ampolas B de 1 ml.
USO ADULTO

 

COMPOSIÇÃO
Comprimidos revestidos – cada comprimido revestido contém:
Cianocobalamina (vitamina B12)………5.000 mcg
Mononitrato de Tiamina (vitamina B1)…….100 mg
Cloridrato de Piridoxina (vitaminaB6)……..100 mg
Fosfato de Dexametasona……………………….0,5 mg
Excipiente: Lactose, Microcelulose, Estearato de Magnésio, Álcool Absoluto, Gluconato Amido Sódico, Lactose, Polivinilpirrolidona, Talco, Polissorbato, Acetona, Polietilenoglicol, Dióxido de Titânio, Corante, Simeticona, Copolímero Ácido Metacrílico e Trietilcitrato.

 

Injetável em solução intramuscular:
– cada ampola A de 2 ml contém:
Cianocobalamina (vitamina B12)….5.000 mcg
Cloridrato de Tiamina (vitamina B1)….100 mg
Cloridrato de Piridoxina (vitaminaB6)..100 mg
Cloridrato de Procaína…………………………50 mg
Água destilada q.s.p……………………………….2 ml
– cada ampola B de 1 ml contém:
Fosfato de Dexametasona…………………….4 mg
Água destilada q.s.p……………………………….1 ml
Veículo: Cloreto de Benzalcônio, Água Destilada e Fosfato de Sódio Bibásico.

 

INFORMAÇÕES AO PACIENTE
DEXADOR possui potente ação antiinflamatória e analgésica, devido a inibição dos processos inflamatórios.

 

CUIDADOS NA CONSERVAÇÃO:
O medicamento deve ser conservado ao abrigo da luz, calor e umidade.

 

ATENÇÃO: as ampolas quando abertas devem ser aplicadas imediatamente, não podendo ser armazenadas mesmo em refrigerador.

 

Prazo de validade: 24 meses após a data de fabricação
Verifique a data de fabricação no cartucho.
Não use medicamentos com o prazo de validade vencido.

 

CONDUTA NA GRAVIDEZ: Como a maioria dos medicamentos, DEXADOR não deve ser utilizado nos primeiros 3 meses de gravidez.Informe o seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término. Informar ao médico se está amametando.
CUIDADOS NA INTERRUPÇAO DO TRATAMENTO: DEXADOR INJETÁVEL é usado exclusivamente por via intramuscular. Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento.
Cuidados na interrupção do tratamento:A suspensão de qualquer medicamento que contenha corticosteróide, quando administrado prolongadamente, deve ser lenta e gradual, pelos riscos de INSUFICIÊNCIA SUPRA-RENAL.

 

REAÇÕES ADVERSAS: Úlcera péptica: O uso prolongado de DEXADOR pode ocasionar o aparecimento de úlceras pépticas, embora tratamentos a curto prazo não parecem ser responsáveis por esta patologia.
Informe ao médico o aparecimento de quaisquer tipos de reações desagradáveis.

 

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS.
Deve-se interromper a utilização de álcool durante o tratamento.
Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

 

CONTR-INDICAÇÃO: DEXADOR não deve ser administrado à pacientes com reconhecida alergia à qualquer um de seus componentes,ou que apresentem úlceras gástricas e duodenais. Pacientes com infecções graves, cardíacos descompensados, portadores de bloqueio atrioventricular e portadores de processos bradicardizantes também não devem ser medicados com DEXADOR.
• Administração prolongada:Tanto a apresentação injetável como em comprimidos apresentam em sua composição a Dexametasona. O uso deste e de outros corticosteróides prolongadamente, sem controle médico pode levar à depressão da supra-renal quando suspensos abruptamente.
A redução deve ser sempre gradual e sob orientação médica.
• Susceptibilidade à infecções: Todos os corticosteróides diminuem as defesas do organismo, por isto podem reativar processos infecciosos pré-existentes ou tornar o paciente mais susceptível de ser acometido por uma infecção de natureza viral, bacteriana ou fúngica.
• Vacinações e testes alérgicos: Pacientes em tratamento com DEXADOR não devem ser submetidos a vacinações com microrganismos vivos ou testes alérgicos por um período estimado de 3 semanas após a última dose. Não é conveniente também a realização de testes alérgicos antes de decorrido este período, pois pode haver mascaramento dos resultados.
Doenças infecciosas: Viroses como herpes, varicela, sarampo e doenças bacterianas como tuberculose podem ter suas evoluções agravadas com o uso de corticosteróides.

 

NÃO TOME REMÉDIOS SEM O CONHECIMENTO DE SEU MÉDICO PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE.

 

INFORMAÇÕES TÉCNICAS
DEXADOR é composto de substâncias que atuam de forma sinérgica nos processos inflamatórios de origem neurogênica ou de natureza músculo – esquelética.
FARMACOLOGIA: Cianocobalamina: É precursora da Coenzima B12 e participa da conversão da homocisteína em metionina que por sua vez vai ser utilizada na produção de mielina. Existem inúmeros processos degenerativos inflamatórios cujo mecanismo básico de origem é a desmielinização. A presença de 5.000 mcg de Cianocobalamina em DEXADOR INJETÁVEL e em DEXADOR Comprimidos, tem papel fundamental na sua eficácia terapêutica.
Tiamina: Atua como coenzima na descarboxilação oxidativa dos alfa-cetoácidos. É uma vitamina que deve estar presente em grandes quantidades nos músculos esqueléticos e nos axônios das células nervosas, principalmente nos processos de regeneração das terminações nervosas e de restauração da força muscular. A deficiência de Tiamina produz quadros de neurites com diminuição dos reflexos tendinosos profundos acompanhados de dores musculares.
Piridoxina: Atua no metabolismo dos aminoácidos e na excitabilidade neuronal. Sua deficiência produz fraqueza muscular. A piridoxina presente em DEXADOR soma-se a ação dos outros componentes na recuperação regional do local inflamado.
Procaína: Presente apenas em DEXADOR INJETÁVEL, é um anestésico local que torna a sua aplicação praticamente indolor.
Dexametasona: Atua de forma inespecífica nos processos inflamatórios diminuindo a permeabilidade capilar e aumentando a estabilidade das membranas dos lisossomos. Dentre os corticóides, a dexametasona é a que apresenta a maior potência antiinflamatória e praticamente, não produz retenção de sódio. DEXADOR INJETÁVEL possui 4 mg de dexametasona e DEXADOR Comprimidos possui 0,5 mg por comprimido revestido.

 

INDICAÇÕES:
Neurologia: Nevralgias, Neurites, Polineurites, Nevralgia intercostal, Nevralgia ciática e Nevralgias de outros nervos periféricos, Paresia facial, Poliradiculoneurite, Hérnia de disco intervertebral, Lombalgias e Neuropatias diabéticas.
Reumatologia: Crises agudas de processos reumáticos : Artrite reumatóide, Bursite, Capsulite, Espondilite e Reumatismo poliarticular agudo. Outros processos: Lombalgias e Tendinites, Síndrome Escápulo – Umeral.
Ortopedia e traumatologia: Contusões agudas com comprometimento osteoarticular ou osteomuscular. Espasmos musculares agudos.

 

CONTRA-INDICAÇÕES: O paciente com antecedente de alergia à Dexametasona ou à qualquer componente da fórmula, tem a utilização .

 

ADVERTÊNCIAS:
– não utilizar nos 3 primeiros meses de gestação.
– não é conveniente o seu uso na presença de infecções bacterianas ou virais.
– pacientes portadores de úlceras gástricas ou duodenais podem ter seus sintomas acentuados com o uso de DEXADOR.
REAÇÕES ADVERSAS / EFEITOS COLATERAIS: Os efeitos colaterais de DEXADOR, com exceção das reações de hipersensibilidade que podem ocorrer com qualquer de seus componentes, estão relacionados à presença de Dexametasona na sua composição. Entretanto, como DEXADOR é utilizado por períodos curtos, somente ocasionalmente poderá ocorrer alguns dos efeitos relacionados abaixo:
– Retenção de sódio e água levando a edema e hipertensão.
– Fraqueza muscular, principalmente da musculatura próxima dos membros superiores e inferiores.
– Pode haver também comprometimento da musculatura da escápula e da pélvis.
– Osteoporose com fraturas patológicas.
– Perturbações do comportamento como nervosismo, insônia e psicose maníaco depressiva.
– Atrofia muscular local com aplicações intramusculares sucessivas.
– Facies cunshingóide.
– Úlcera péptica.

 

POSOLOGIA:
Comprimidos Revestidos:
• 1 comprimido de 8/8 horas – 3 dias
• 1 comprimido de 12/12 horas – 3 dias
• 1 comprimido de manhã – 3 a 5 dias ou de acordo com a prescrição médica.
Injetável em solução intramuscular: Associar 1 ampola A com 1 ampola B e aplicar por via intramuscular em dias alternados no total de 3 aplicações ou de acordo com prescrição médica.

 

SUPERDOSE: Caso ocorra uso voluntário ou involuntário de DEXADOR interrompa com a medicação e proceda com o esvaziamento gástrico. Em caso de inibição da hipófise ou supra renal o paciente deve receber aporte com corticóides até o restabelecimento da função glândular. No surgimento de reações alérgicas fazer uso de anti-histamínicos e/ou corticóides endovenosos dependendo da gravidade do quadro.
Advertências e Recomendações para Pacientes com Idade Superior a 65 Anos: A Dexametasona presente no DEXADOR pode desencadear nos pacientes idosos sintomas dispépticos, úlceras duodenais ou gastrites e até mesmo hemorragias digestivas dado a menor susceptibilidade da mucosa nesta faixa etária. A prescrição médica deve ser seguida corretamente e qualquer manifestação dessa natureza deve ser comunicada ao médico assistente.

 

VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA
ativus farmacêutica ltda. M.S.1.1861.0010
Rua Fonte Mécia, 2.050 – São Pedro – CEP 13270.000 – Caixa Postal 489 – Valinhos/SP Farm. Resp.: Roselaine Nunes
TEL/FAX: 019.8691767 – C.G.C.M.F. 64.088.172/0001-41 – Ind. Brasileira CRF-SP N. 13614
http://www.ativus.com.br
v.1.5 N° do Lote, Data de Fabricação, Prazo de Validade: Vide Cartucho